14 de junho de 2017 em Arbitragem, Boletim, NOTÍCIAS, Sem categoria

FCF apresenta Ouvidor do Departamento de Arbitragem

Dando continuidade ao processo de estruturação Departamento de Arbitragem, a Federação Catarinense de Futebol apresentou na tarde desta 4ª feira (14) o Ouvidor do Departamento de Arbitragem, função que será desenvolvida pelo ex-árbitro, Cantucho João Setubal. O Presidente da FCF, Rubens Renato Angelotti, recebeu o ouvidor na sede da Entidade, em Balneário Camboriú, na presença do Diretor do Departamento de Arbitragem, Marco Antônio Martins.

Rubens Renato Angelotti e Cantucho João Setubal.

A Ouvidoria da Arbitragem é outra importante iniciativa do Departamento de Arbitragem da FCF e passa a vigorar já a partir desta 4ª feira (14). O órgão será o canal exclusivo e oficial da Federação Catarinense de Futebol com os clubes filiados para apurar possíveis erros, receber denúncias, reclamações e também elogios relacionados ao desempenho das equipes de arbitragem em todas as competições organizadas pela Entidade. Os e-mails destinados à Ouvidoria deverão ser encaminhados para: ouvidoria.arbitragem@fcf.com.br . As mensagens deverão ser encaminhadas no prazo de, até, 48 horas após o término na partida, juntamente com material audiovisual para análise do ouvidor.

Natural de Biguaçu, Cantucho João Setubal, 61, será o primeiro ouvidor exclusivo para a arbitragem catarinense. Como árbitro ingressou no quadro da FCF em 1985 e a partir de 1989 passou a integrar também o quadro de árbitros da Confederação Brasileira de Futebol, no qual permaneceu até o encerramento da carreira no ano 2000.

Graduado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina, com Especialização em Gestão Pública e Políticas Sociais, Cantucho João Setubal tem conceitos bem definidos sobre a função. “O ouvidor deve se prender à dupla interpretação, ouvir as reclamações dos clubes, identificando ou não a veracidade do erro praticado pelo árbitro em questão e consultar também a parte envolvida, o árbitro, buscando a razão que motivou à prática do erro e ainda os motivos que levaram à possível intepretação equivocada”, observou Cantucho.

A Ouvidoria terá total autonomia para emitir os pareceres, ponto crucial na avaliação do Ouvidor. “É preciso acima de tudo avaliar com isenção o desempenho da arbitragem, deixando de lado a paixão, para que a razão possa prosperar”, afirmou.

Direcionada aos clubes, a Ouvidoria terá atuação amplificada para o aperfeiçoamento da arbitragem catarinense, já que também oportunizará ao árbitro(a) explicações. “O árbitro envolvido terá espaço para apresentar sua versão dos fatos, cabendo à ouvidoria a análise singular, sobre tudo com respeito, para verificar com muito critério e bom senso quem tem, ou não, a razão nos fatos enunciados”, comentou Setubal.

Setubal acredita ainda que a Ouvidoria do Departamento de Arbitragem tem o propósito de unir Federação e Clubes. “A ouvidoria tem também o propósito de estreitar o contato entre a Federação e os clubes com relação ao desempenho da arbitragem, vislumbrando o crescimento do futebol catarinense”, finalizou.

Share "FCF apresenta Ouvidor do Departamento de Arbitragem" via

8 d dezembro d 2017

Recadastramento de árbitros inicia no dia 11 de janeiro

O Departamento de Arbitragem da Federação Catarinense de Futebol informa que o recadastramento dos árbitros(as) e ár

7 d dezembro d 2017

FCF divulga relação de aprovados nas avaliações habilitadoras para 2018

O Departamento de Arbitragem da Federação Catarinense de Futebol divulgou nesta 5ª feira (07) a relação dos árbitr

7 d dezembro d 2017

SC segue com três integrantes no quadro da FIFA

A Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol expediu o Ofício Circular nº 177/ 17, que relaciona

Sites Oficiais

Patrocínios